Ir para conteúdo 1 Ir para menu 2 Ir para busca 3 Ir para rodapé 4 Acessibilidade 5 Alto contraste 6

---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Vacina Solidária já arrecadou aproximadamente 700 quilos de alimentos

Publicado em 30/07/2021 às 16:39 - Atualizado em 30/07/2021 às 17:23

No início da tarde desta sexta-feira, dia 30, foi feita uma entrega simbólica de alimentos com a participação dos gestores municipais e do Grupo Catarinense de Rádios (GCR). A ação trata-se de uma parceria entre o Governo Municipal de Içara e o grupo de rádios, que busca ajudar famílias em vulnerabilidade social, principalmente em tempos de pandemia. As secretarias de Saúde e Assistência Social, Habitação, Trabalho e Renda atuam em parceria arrecadando os alimentos nos postos de saúde e distribuindo os alimentos para as famílias cadastradas na assistência social do município. Até aqui, já foram arrecadados aproximadamente 700 quilos de alimentos.

 

A arrecadação ocorre no momento da vacinação contra a covid-19. “A secretaria de Assistência Social tem esse entendimento de trabalhar em parceria com a Saúde.  Ficamos muito felizes em poder receber e direcionar de maneira transparente esses alimentos a quem precisa. Não é só receber e doar, mas repassar a quem realmente tem essa necessidade”, frisou o secretário de assistência social Eduardo Zata. “A vacina é fundamental para a prevenção de doenças e a boa alimentação mantém as boas condições de saúde”, acrescentou o secretário de saúde Sandro Ressler.

 

A campanha segue nas unidades de saúde em que é feita a vacinação. Vale lembrar que a doação não é obrigatória, mas voluntária. Caso as pessoas tenham interesse em doar, basta levar um quilo de alimento não perecível quando for fazer a sua vacina contra o covid-19.  “Eu gosto muito da palavra equidade que vai além de igualdade. Ela reflete esse trabalho de recolher os alimentos e donativos e distribuir conforme a necessidade para que todos possam ter a mesma oportunidade”, comentou o gerente comercial da rádio Cidade em Dia, pertencente ao grupo GCR, Marcos Miguel.