---

  • ?
  • ?

---

  • ?
  • ?


Içara: Case da produção de materiais para alunos com deficiência é apresentado em Florianópolis

Publicado em 12/09/2019 às 07:50 - Atualizado em 12/09/2019 às 07:50

 

O trabalho de excelência realizado pelo Núcleo de Produção de Materiais do Atendimento Educacional Especializado (AEE) da Secretaria de Educação de Içara, foi apresentado ontem em Florianópolis, no Congresso Catarinense de Educação Especial, na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC). O evento encerra nesta quarta-feira, reunindo cerca de 600 profissionais e pesquisadores de vários Estados.

A apresentação do trabalho realizado no Município foi conduzida pela professora Maria Izabel Luiz, professora responsável pelo AEE de Içara, com o tema “Livros didáticos tradicionais: adaptação/ampliação para alunos com deficiência matriculados na Rede Municipal de Içara”. “O congresso está sendo muito rico, pois as palestras e apresentações estão sendo voltadas para Educação Especial inclusiva, com relatos de experiências que dialogam com o nosso trabalho e às nossas angústias. É a primeira vez que divulgamos nosso trabalho de forma cientifica, foi muito válido”, colocou Maria Izabel.

Segundo a coordenadora de Educação Especial da Rede Regular de Ensino, Marlene Casagrande-que também está no Congresso- os materiais são elaborados a partir dos laudos médicos enviados às escolas, ou de acordo com a necessidade do estudante. “No caso dos alunos com baixa visão, os médicos descrevem o grau da criança. Caso essa informação ainda não tenha sido apurada, o aluno passa então por avaliações realizadas pela equipe do Núcleo de Produção, que está apta para realizar estes procedimentos”, explica. Também participam do evento os professores do Núcleo de Produção Bruna Luiz Rabello e Thiago da Silva Araújo.

Diversidade de materiais

No trabalho realizado pelo Núcleo, um capítulo de livro de dez páginas vira uma grande apostila com letras e figuras ampliadas, por exemplo. No entanto, a produção vai além dos livros didáticos utilizados em sala de aula. “Há muitos jogos e livros de literatura, que também são disponibilizados no Núcleo para serem levados para casa. Todo esse trabalho incrível e de muita dedicação é realizado pela equipe”, destacou a professora Bruna Rabello.

O Núcleo de Produção, localizado atualmente na Escola da Vila São José iniciou as atividades em dezembro de 2016, se tornando independente de outros órgãos para aquisição destes materiais. O Município de Içara possui ainda cinco salas multifuncionais espalhas nas escolas da Rede Municipal. Os materiais confeccionados pelo Núcleo atendem 56 alunos, de nove escolas municipais e uma escola estadual.

 

Também são oferecidos livros didáticos ou paradidáticos, em braile, para alunos com deficiência visual em fonte ampliada aos alunos de visão subnormal, além de livros com pictogramas ou figuras de comunicação (PECs) para os alunos com deficiência intelectual ou autistas.